5 Dicas De Chapéus Para Caminhada
5 Dicas De Chapéus Para Caminhada
20 de março de 2019
Como Descobrir o Aro Do Seu Anel
Como Descobrir o Aro Do Seu Anel
9 de abril de 2019

5 Tipos de Chapéus Gaúcho

5 Tipos de Chapéus Gaúcho

A História do chapéu gaúcho está diretamente ligada com a história da população em si. A característica original do povo gaúcho é similar aos nômades, esse povo vivia originalmente nas fronteiras da Argentina com o Uruguai, no extremo sul do Brasil.

Por esse motivo, sua indumentária, ao contrário das pessoas que viviam nas cidades, deveria ser confortável e funcional. No final do século XIX esses nômades resolvem estabelecer-se na região do Rio Grande do Sul e acaba enriquecendo suas vestimentas, entre elas o chapéu.

A História Do Chapéu Gaúcho

Os modelos que deram origem ao chapéu gaúcho foram apresentados pelos portugueses que trouxeram dois modelos, o chapéu de feltro, com copa alta e o feito de palha, também chamado de “abeiro”. O chapéu de feltro era usado por pessoas de posses, enquanto o feito com palha era o acessório do homem comum.

Apenas no final da Guerra do Paraguai em meados de 1870 foi que o chapéu gaúcho passou a ganhar as formas conhecidas, mais achatado e com a aba mais larga, marcas do chapéu campeiro.

Características Do Chapéu Gaúcho

Invariavelmente o gaúcho sempre utilizou seu chapéu preso por um babicacho – um cordão ou tira de couro que fica preso embaixo do queixo ou do lábio inferior e suas extremidades são presas na carneira interna do chapéu – para evitar que o chapéu seja derrubado com o vento, ou no dia a dia de trabalho.

Para que não acumule água, a copa é amassada em formato de pirâmide, o gaúcho da fronteira utiliza as abas do chapéu de feltro retas, enquanto o gaúcho da serra opta por abas desabadas na rente e atrás.

Modelos Atuais De Chapéus Gaúchos

O gaúcho trabalhador da zona rural costuma utilizar modelos produzidos em lona cotonina, chapéus mais rústicos, mas que garantem uma grande proteção contra o sol. Porém, os modelos mais utilizados ainda são os tipos produzidos em feltro: o tipo fronteira, tipo tropeiro, tipo vacariano e tipo missioneiro.

Os 4 principais modelos são:

  • Chapéu Gaúcho Tropeiro – um modelo que possui a aba reta e larga cuja parte da frente fica virada para baixo. O acessório tem a copa alta, com quatro gomos formados, parecido com chapéus de escoteiros;
  • Chapéu Gaúcho Vacariano – esse tipo de chapéu é muito parecido com os famosos modelos de cowboy, pode ou não possuir debruns (um acabamento em fita nas extremidades do chapéu) nas abas, dobradas para cima nas laterais para simular os chapéus dos vaqueiros americanos, afunilando-se para frente;
  • Chapéu Gaúcho Fronteira – é um modelo clássico com a copa baixa, achatada e arredondada, sua aba é mais estreita que outros modelos e dobrada para cima.
  • Chapéu Gaúcho Missioneiro – o chapéu missioneiro é ideal para proteção contra os raios do sol, possui abas largas, com a parte da frente “quebrada” que cobrem grande parte da face. Além disso, a copa possui vincos como os chapéus de cowboys, que facilitam a pegada, porém é baixa, arredondada e achatada.

O chapéu gaúcho é uma marca da tradição rio-grandense e por esse motivo é muito usado pela população da região, que além do adorno, costuma usar a bombacha com todos os acessórios para manter viva a tradição.

Gostou do tema? Continue acompanhando o blog da Chapéus 25 e descubra mais dicas como essas. A Chapéus 25 é uma loja especializada na venda de chapéus e possui os melhores modelos do mercado, acesse nosso site e conheça um pouco mais sobre nossos produtos.

Promoção De Chapéu Panamá

Estamos com uma promoção especial em vários modelos da linha chapéus panamá, com descontos e preços imperdíveis, entre em nosso site e saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *