Como tirar fotos na quarentena
19 de maio de 2020
Chapéu Clochê
2 de junho de 2020

Chapéu Floppy

O chapéu floppy surgiu nos anos 60 mas foi durante os anos 70 que ele ganhou mais destaque. A atriz Brigitte Bardot era uma fã desse chapéu e sempre aparecia usando um, isso fez com que o modelo se tornasse muito popular. Portanto, o sucesso dele foi tão grande quanto a atriz que o usava.

Ele foi muito usado também durante o festival de Woodstock, e hoje quase 50 anos depois, continua sendo uma das opções favoritas de quem frequenta festivais de música.

O modelo é conhecido por ter abas grandes e maleavaéis e geralmente é feito de feltro, um material que combina mais com o inverno.

Mas hoje em dia o chapéu floppy pode ser encontrado em versões com abas menores e confeccionados em outros materiais, como a celulose por exemplo. O floppy de verão, inclusive faz muito sucesso nas praias e piscinas brasileiras.

Coloridos

Geralmente são usados com cores mais neutras para dar um ponto de cor nas produções mas também pode ser combinado com outras cores.

chapéu floppy colorido
chapéu floppy colorido

Mini

Esse é para quem está começando a colocar chapéus nos looks e ainda tem dificuldades de usar um modelo com abas grandes ou apenas para quem quer um modelo um pouco mais discreto.

Clássico

Esse foi o modelo que se popularizou nos anos 70 e até hoje complementa qualquer produção, vai bem com qualquer estilo.

chapéu floppy

Praia

O modelo que vai proteger seu rosto e seu ombro dos efeitos dos raios solares.

2 Comentários

  1. Mara Rúbia Cedro Moreira disse:

    Olá! As postagens de vocês são 🔝.Entretanto,eu não vejo postagens com pessoas idosas.Tenho 65 anos,viajo muito mesmo e tenho 2 chapéus,mais usados por homens.A minha pergunta que deseja resposta é: vocês não postam fotos de mulheres maduras, independentes,que viajam muito,são livres,leves e felizes, Porque mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *